Brincadeiras antigas para resgatar, ensinar e brincar com seus filhos!!

As brincadeiras antigas estão se perdendo com a era digital, mas nem tudo está perdido, separamos uma lista para você resgatar, ensinar e brincar com seus filhos.

Em diversos estudos pedagógicos, o ato de brincar é definido como uma ação espontânea e natural, constituída por um sistema que integra a vida social das crianças e que passa de geração a geração.

É inquestionável a importância da brincadeira para o desenvolvimento infantil. Ela está inserida na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), sendo um dos seis direitos de aprendizagem e desenvolvimento da criança: 1. conviver, 2. brincar, 3. participar, 4. explorar, 5. expressar e 6. conhecer-se.

A partir dos seis direitos, a BNCC estabeleceu também os campos de experiência, fundamentais para que a criança possa aprender e se desenvolver:

  • O eu, o outro e o nós;
  • Corpo, gestos e movimentos;
  • Traços, sons, cores e formas;
  • Escuta, fala, pensamento e imaginação;
  • Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações.
família brincando na praia de castelo de areia
Família brincando na praia de castelo na areia

A importância das brincadeiras para o desenvolvimento infantil…

 A brincadeira povoa o imaginário infantil, enriquecendo o universo, as vivências e as experiências da criança, pois pela brincadeira apropria-se de sua imagem, espaço e meio sociocultural, interagindo consigo e com a comunidade.

Mas algumas brincadeiras antigas se estão se perdendo com a era digital, com a invasão da tecnologia. As brincadeiras antigas funcionam como pontes para o passado, pois quando as crianças brincam, elas se defrontam o tempo todo com vestígios que as gerações mais velhas deixaram. Cabe a nós pais o incentivo para que essas brincadeiras não fiquem só na história um dia, precisamos trazer os nossos pequenos para o mundo real, despertar essa vontade em deixar o virtual um pouco de lado.

Foto mãe e filha brincando
Mãe e filha brincando ao ar livre

Como as crianças brincavam antigamente??!

Selecionamos 05 brincadeiras antigas para você resgatar, ensinar e brincar com seus filhos, que trazem benefícios no desenvolvimento infantil:

Amarelinha

A criança deve marcar a casa em que não poderá pisar jogando nela uma pedrinha. Pulando, ela atravessará o desenho feito no chão, desviando da casa marcada, e retornará, desta vez recolhendo a pedrinha. Primeiro é escolhida a casa com o número 1, depois o número 2 e assim por diante. Se a criança perder o equilíbrio ou pisar nas linhas, volta para o começo. Ganha quem marcar as dez casas primeiro.

Por que ajuda no desenvolvimento infantil? Porque a amarelinha trabalha o equilíbrio e as noções básicas de matemática das crianças.

Menina brincando de amarelinha
Menina brincando de amarelinha

Passa anel

Uma criança fica com o anel entre as mãos enquanto as outras permanecem sentadas uma ao lado da outra e todas com as palmas das mãos unidas. A criança com o anel passa suas mãos pelas mãos dos amiguinhos e solta o anel nas mãos de um deles, sem que os outros notem. Quando acaba, pergunta para um dos participantes (que ela escolhe) com quem ele acha que está o anel. Se ele acertar, será o próximo a passar o anel; se errar, passará o anel quem o tiver recebido.

Por que ajuda no desenvolvimento infantil? Porque o passa anel desenvolve o trabalho em equipe e o respeito ao próximo, já que todos têm que se adequar ao tempo que a criança com o anel leva para fazer sua parte.

Jogo de Sombras

Com as luzes principais apagadas, acende-se uma luz indireta – como um abajur, uma vela ou uma lanterna – e começa a brincadeira. Cada pessoa projetará na parede, com as duas mãos, formatos de animais e objetos, para que os outros adivinhem o que é.

Por que ajuda no desenvolvimento infantil? Porque os jogos de sombra estimulam a criatividade para inventar as sombras e a imaginação para adivinhar o que o outro inventou.

Bafo

Cada criança entra no jogo com suas figurinhas. São colocadas algumas por vez no centro da roda e as crianças vão batendo as mãos sobre as figurinhas, tentando virá-las. Quando conseguir virar alguma, essa figurinha passa a ser de quem a virou. O jogo acaba quando uma das crianças fica sem figurinhas.

Por que ajuda no desenvolvimento infantil? Porque colecionar figurinhas é o um projeto que pode ser compartilhado com os pais. E jogar bafo estimula a consciência corporal (das mãos e dos braços, principalmente) e o desenvolvimento de técnicas para conseguir virar as figurinhas.

Bolinha de gude

Cava-se um buraquinho no chão ou cria-se um “ninho” com um pouco de tecido – é a “poça”. Quem acerta a bolinha de gude dentro da poça ganha o direito de jogá-la contra as dos adversários. Se acertar, ele pode pegar a bolinha atingida para si. Se errar, passa a vez. O jogo acaba quando algum dos participantes ficar sem bolinhas.

Por que ajuda no desenvolvimento infantil? Porque a bolinha de gude aborda a lateralidade, as habilidades matemáticas e ajuda a lidar com a frustração (quando se perde uma bolinha ou outra ou todas).

Meninos jogando bola de gude
Meninos jogando bola de gude

Comece já as brincadeiras com seus filhos, divirtam-se!! E até a próxima!! 🙂